Notícias Cuiabá

Arcanjo é preso durante operação de combate ao jogo do bicho em MT

Arcanjo é preso durante operação de combate ao jogo do bicho em MT

Sob suspeita de chefiarem uma organização criminosa que promovia o jogo do bicho, foram presos João Arcanjo Ribeiro e o genro dele Giovanni Zem Rodrigues.

POR PAULO WAGNER

Com forte aparato policial foi deflagrada, na manhã desta quarta-feira (29), pela Polícia Civil a Operação Mantus que visa combater o jogo do bicho em Mato Grosso. Entre os presos da operação estão João Arcanjo Ribeiro e o genro dele Giovanni Zem Rodrigues,ambos suspeitos de chefiar uma das organizações identificadas durante as investigações.

Com o uso de helicóptero e policiais fortemente armados a ação policial prendeu, logo de manhã,  João Arcanjo, no Bairro Boa Esperança, em Cuiabá. De acordo com o delegado Flávio Stringueta, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), ele em momento algum esboçou resistência, foi cordial com os policiais e deu a entender  que já esperava o momento da prisão.

Delegado Flávio Stringueta-GCCO

Em seu histórico de crimes e contravenções Arcanjo era chamado de Comendador e apontado como o principal responsável pelo comando do jogo do bicho em Mato Grosso,  nas décadas de 80 e 90. Sua prisão preventiva ocorreu em 2002, durante a operação Arca de Noé, da Polícia Federal,  quando foi responsabilizado pelos crimes de contravenção penal, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e homicídio.

Depois de empreender fuga, Arcanjo foi preso no Uruguai, em 2003. No ano passado, após 15 anos em regime fechado, o “Comendador” conseguiu liberdade parcial para o regime semiaberto

No decorrer da operação o genro de Arcanjo, Giovani Zem, foi preso pela Polícia Federal (PF) ao desembarcar em Guarulhos (SP).

As investigações que culminaram na Operação Mantus foram iniciadas em agosto de 2017 e identificaram duas organizações criminosas atuando com o jogo do bicho em Mato Grosso. Segundo a polícia as organizações conseguiram movimenta mais de 20 milhões, em apenas um ano de atividades.

Os mandados judiciais foram  cumpridas em Cuiabá, Várzea Grande e em mais 5 cidades do interior do Estado. Participaram da operação a Delegacia Especializada de Fazenda e Crimes Contra a Administração Pública (Defaz) e a GCCO.  Os mandados foram expedidos pelo juiz da 7ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá, Jorge Luiz Tadeu.

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 13 =

Noticias Cuiabá Resultados da pesquisa por “” | Noticias Cuiabá | Politica Cuiabá Noticias Cuiaba | So midia Noticias Arcanjo é preso durante operação de combate ao jogo do bicho em MT | Notícias Cuiabá